A China possui uma cultura milenar e cheia de mistérios a serem explorados pelo viajante ocidental. Mas esses não são os únicos atrativos desse país, que entrou com pé direito na modernidade nesse início de século XXI.

De fato, os chineses passaram a ser admirados por suas belas e superpovoadas metrópoles e pela tecnologia e sofisticação proporcionadas por uma indústria em ascensão. Contudo, a China tem também uma natureza deslumbrante.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, explicamos como você pode planejar uma viagem para esse país e ter uma viagem tranquila e repleta de lembranças inesquecíveis. Confira na leitura!

Indo para a China

Se você escolheu a China como destino, temos certeza de que não irá se arrepender!

Isso porque, como já mencionamos, esse país possui atrações que agradam a todos os gostos.

Se por um lado temos cidades modernas, por outro, temos paisagens de naturais de tirar o fôlego. Outro contraste diz respeito às tradições milenares que convivem em meio aos costumes modernos.

Contudo, caso você esteja planejando sua primeira viagem à China, então é fundamental realizar um bom planejamento.

Dessa forma, você pode evitar transtornos e surpresas desagradáveis e aproveitar sua viagem mais tranquilamente.

Por isso, antes de embarcar, tente pesquisar sobre os costumes locais e se informar acerca de eventuais exigências das autoridades locais no que diz respeito à entrada no país.

Para que você entenda por onde começar, oferecemos, no tópico a seguir, algumas dicas de planejamento para sua viagem à China. Acompanhe!

Planejando a viagem para a China: o que você deve saber antes de embarcar

Hospedagem

Você pode começar pesquisando os preços das acomodações. Recomendamos que você opte pelas hospedagens domiciliares, haja vista que estas possuem um valor bem mais conta do que o cobrado pelos hotéis.

Os hostels também são uma ótima forma de economizar na estadia, além de oferecerem serviços e refeições inclusas no valor da diária.

Visto

“Uma das coisas que você precisa ter para entrar na China é do visto. Para obter esse documento, é necessário se dirigir até um consulado com a documentação exigida.”

Esse visto pode servir para uma, duas ou múltiplas entradas e somente pode ser solicitado depois que você estiver em mãos com os comprovantes de reservas de hospedagem.

Treine a língua

São poucos os chineses que falam inglês. Por isso, esforce-se para aprender, pelo menos, algumas expressões e palavras básicas em chinês.

Para isso, você pode assistir a aulas no Youtube. Durante a viagem, tenha sempre em mãos um guia de expressões do chinês.

Faça um roteiro

A China é um país enorme e suas cidades não ficam atrás. Então, não deixe para decidir o que fazer quando já estiver no avião. 

Outra dica: não visite muitas províncias! Assim, você poderá aproveitar melhor o tempo da viagem, evitando desperdiçá-lo em constantes deslocamentos.

Orçamento financeiro para ir para a China

Antes de qualquer coisa, falemos sobre os preços das passagens para a China. O preço desses bilhetes pode ficar entre R$ 4 e R$10 mil reais.

Por isso, é fundamental começar a pesquisar com antecedência. Dessa forma, você terá mais chances de conseguir uma promoção.

Reserva um valor, também, para as passagens de trem e ônibus, pois você precisará fazer deslocamentos entre as províncias e dentro delas.

Geralmente, um bilhete de trem para trechos entre cidades próximas tem o preço médio de US$ 100.

No que diz respeito ao preço das acomodações, este pode variar a depender do tipo de estabelecimento escolhido.

Por exemplo, diárias em redes internacionais de hotéis (como Holiday Inn e Ibis) podem custar de R$ 300 a R$ 600.

Mas, se você pretende economizar na hospedagem, pode optar pelos hostels, com diárias a partir de R$ 50.

Quanto à alimentação, a comida chinesa costuma ter um preço bem acessível. Somente para exemplificar, é possível fazer refeições por apenas R$ 15. 

China: o novo destino

A essa altura, seu interesse em visitar o “gigante asiático” deve ter aumentado ainda mais. Mas saiba que você não é o único a ter a China como a “menina dos olhos”.

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela agência Euromonitor Digital, esse país deve alcançar o posto de país mais visitado do mundo em 2030.

Para que você tenha uma ideia do que isso significa, se essa previsão se concretizar, o país passará a ser mais visitado do que a França.

O estudo da Euromonitor Digital está baseado no fato de o turismo ser um dos setores mais importantes da atual economia chinesa.

Os motivos para o aquecimento do turismo no país estão relacionados não apenas ao crescimento econômico chinês, mas, também, à maior facilidade de acesso de pessoas vindas de outros países da Ásia.

China: um país e seus encantadores contrastes

Assim, podemos concluir que uma viagem a esse país pode ser render descobertas fascinantes, haja vista o mundo de contrastes que espera o viajante ocidental.

De fato, na China, o milenar e o ultramoderno convivem lado a lado. Além do que, a cultura chinesa é um convite à aventura, com seus costumes insólitos. A culinária e o idioma, entre outros aspectos, farão com você saia da sua zona de conforto!

Você está planejando visitar à China? Quanto tempo pretende passar nesse país? Que lugares pretende visitar? Compartilhe suas ideias com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *