Planejando uma viagem internacional – Japão

Planejando uma viagem internacional – Japão

Quer fazer uma viagem internacional para o Japão? Não sabe o que precisa focar e como planejar viagem? 

Organizar viagem pode até ser algo divertido para algumas pessoas, mas para outras é uma verdadeira dor de cabeça, principalmente quando é viagem internacional, pois exige documentação e articulações diferentes.

Portanto, se seu grande sonho é viajar para o Japão e não sabe como planejar viagem, hoje vamos te conduzir para planejar sua viagem sua viagem ao Japão.

Como planejar viagem ao Japão

Para que nada dê errado na sua viagem ao Japão ou que o mínimo de imprevistos aconteça, é essencial que você siga alguns passos fundamentais como: comparar as passagens aéreas, elaboração de roteiro, hospedagem e, claro providenciar o visto. 

Nessa ordem mesmo, pois para você conseguir viajar para o Japão é necessário que você apresente todas as documentações para justificar essa viagem, pois sem esses documentos as autoridades podem não lhe dar permissão para entrar no país.

Então, aprenda agora a como planejar viagem internacional ao Japão!

1. Comprar Passagem

Nessa etapa você deve pesquisar bastante os valores e também quando fazer sua viagem ao Japão, pois o valor das passagens aéreas varia de acordo com a época da viagem.

Por exemplo, a época mais cara para viajar para o Japão é nos meses de janeiro, finalzinho de março e primeira quinzena de abril e no mês de julho.

Já as épocas mais baratas são os demais meses, ou seja: junho, setembro, outubro e novembro, considerados os meses de baixa temporada para o turismo. 

Antes de escolher a data da sua viagem, também se atente para a estação e o clima de cada mês, por exemplo, no inverno costuma nevar muito e é bastante frio o que pode atrapalhar seus planos.

Sobre a viagem, prepare-se para passar pelo menos 24 horas dentro do avião, mais algumas horas no aeroporto para a conexão, tendo em vista que não existem voos direto para o Japão e, se tivesse, talvez não fossem tão acessíveis em relação ao custo.

2. Aeroportos em Japão

Se você vai ficar em Tóquio, há duas opções de aeroportos internacionais na proximidade: Narita (70 km do centro) e Haneda (20 km do centro), ou seja, a melhor opção é o Haneda, já que fica mais próximo do centro o que diminui o deslocamento.

No entanto, nem sempre você conseguirá pousar em Haneda porque a maior parte das companhias internacionais pousam em Narita. De qualquer forma há várias opções de transporte para você fazer seu deslocamento.

Existem outros aeroportos internacionais no Japão: em Osaka e Nagoia.

3. Definir o roteiro

Ao planejar sua viagem ao Japão você já deve ter definido o tempo que passará no país, certo?

Então, chegou o momento de organizar viagem em relação ao roteiro, baseado na quantidade de dias e o que você mais se interessa em conhecer, pois mesmo sendo um país pequeno, há infinitas possibilidades e talvez você tenha que fazer escolhas difíceis ao definir seu itinerário.

Portanto, nessa etapa pesquise bem os locais que mais chamam atenção, pegue dicas com quem já visitou o país, planeje o roteiro baseado em atividades que você pode fazer no mesmo dia por serem locais próximos etc.

4. Reservar sua hospedagem

Que loucura seria se você chegasse de uma viagem de mais de 24 horas e não soubesse para onde se dirigir? Aliás, isso nem aconteceria, porque se você não tiver um local para ficar, nem conseguirá seu visto.

Então pesquise por hospedagem e veja aquela que melhor se adequa ao seu orçamento, afinal, tanto em Tóquio quanto em Quioto há inúmeras possibilidades de hospedagem e, com certeza, você encontrará uma que vá de encontro com o seu bolso.

Nesse momento queremos fazer um adendo a respeito do que consideramos crucial na hora de escolher sua hospedagem em Tóquio: observe as estações de metrô, pois essa é uma das melhores formas de se deslocar.

Solicitar visto Japonês

Os brasileiros precisam apresentar visto para visitar o Japão, então é preciso solicitá-lo com antecedência, pois embora seja um processo simples e ficar pronto em uma semana, ainda assim é necessário organizar viagem pensando na possibilidade de surgir imprevisto.

Você consegue observar as informações e documentos necessários para a solicitação do visto no site da Embaixada do Japão no Brasil

Basicamente são disponibilizados três tipos de vistos: Visto de uma entrada (R$ 107,00); Visto de dupla entrada (R$ 214,00) e Visto de múltiplas entradas (R$ 214,00). A escolha do tipo de visto depende se você pretende ficar apenas no Japão ou visitar algum outro país próximo.

Acerca dos documentos necessários você deverá apresentar na solicitação de seu visto para a viagem ao Japão:

  • Passaporte válido
  • Formulário impresso de solicitação de visto
  • Foto 4,5 x 4,5 ou 3 x 4, tirada há no máximo 6 meses e em fundo branco
  • Cópia da passagem de ida e volta
  • Cópia da reserva do hotel
  • Cópia autenticada do RG ou CNH
  • Cópia da declaração de imposto de renda
  • Cronograma / roteiro de viagem

Um detalhe importante é que o visto pode ser adquirido na Embaixada do Japão em Brasília ou nos Consulados, no entanto, não são todos os estados que apresentam o órgão, então pode ser necessário haver gastos extra com deslocamento e hospedagem para conseguir o visto.

Em contrapartida, você pode contratar o serviço de uma agencia de visto para que otimize esse aspecto e você não precise ir para outra cidade ou estado para tirar o visto.

Outros aspectos para atentar e ter mais conforto e tranquilidade na sua viagem internacional ao Japão

Além desses cuidados pré-viagem, outros cuidados que você também deve tomar é sobre a compra da moeda japonesa, chamada Iene.

Porém antes de comprar a moeda japonesa, recomendamos que já vá comprando dólar com antecedência e de acordo com as melhores taxas de câmbio e quando chegar ao aeroporto no Japão poderá trocar o dólar pelo Iene.

Outro aspecto que pode auxiliar muito sua viagem, te manter em comunicação com as pessoas, aprender a se localizar no país é assegurar a contratação de um chip para celular com internet ilimitada. 

Por último, também recomendamos que adquira o JR Pass, pois como mencionamos o metrô é um dos melhores meios para você se deslocar pelo Japão, mas nem sempre é o mais barato.

Com o JR Pass – que é de uma das maiores companhias de trens do país – você garante o acesso ilimitado em quase todos os trens da companhia, em alguns ônibus e balsas para Miyajima que são operados pela JR.

Esperamos que este post tenha te ajudado entender melhor como planejar viagem internacional ao Japão e te aproximar cada vez mais de viver essa incrível experiência. Boa Viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 17 =

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. mais informações

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Fechar